terça-feira, 25 de setembro de 2007

Os agentes económicos


Aspectos fundamentais da actividade económica

O consumo consiste na utilização de bens (bens matérias e serviços), de modo a satisfazer as nossas necessidades.

A produção é uma actividade realizada pelos empresários que tomam a iniciativa de combinar os factores produtivos de determinado modo, utilizando determinada tecnologia de forma a vender no mercado a sua produção a um preço superior ao custo de forma a obter lucro.

A distribuição é um fenómeno que consiste na deslocação física de um determinado bem do seu ponto de produção até ao ponto de consumo.

A acumulação do capital consiste em efectuar investimentos de modo a aumentar o stock de capital já existente.

O investimento de reposição consiste em manter os mesmos equipamentos, investindo capital somente na sua manutenção, e não em novos equipamentos.

O investimento de expansão consiste em utilizar uma parte do capital em novos equipamentos de forma a aumentar a produção.

A repartição do rendimento é representada pelos factores de produção que é a força de trabalho na qual os rendimentos são os salários e o destinatário do rendimento é o trabalhador existe um outro factor de produção que é o capital em que o rendimento pode ser expresso em rendas e o detinatário do rendimento cabe ao proprietário, o rendimento pode ser também expresso em juros e o detinatário do rendimento cabe ao capitalista e por último o rendimento pode ser também expresso em lucro em que o rendimento cabe ao empresário.(em baixo adiciono uma imagem para melhor explicar o conteúdo da repartição do rendimento).









Agentes

Micro-sujeitos são uma só unidade ( exemplo: a família Silva, a empresa Sony).

Macro-sujeitos (ou agentes económicos) são várias unidades que desempenham a mesma função. (exemplo: o conjunto das famílias, o conjunto das empresas).


Fluxos
Existem dois tipos de fluxos, os fluxos reais e o fluxos monetários. Os fluxos monetários, são fluxos expressos em moeda e os fluxos reais são fluxos expressos noutra unidade qualquer.









A economia fechada é uma economia em que não há relações com o exterior, já a economia aberta é uma economia em que há relações com o exterior. A nossa economia aberta tem vindo a desenvolver-se ao longo dos últimos anos verificando-se um grande aumento na importação e exportação.

1 comentário:

Maria Antunes disse...

Boa Solange estão bem sintetizadas as definições